domingo, abril 24, 2011

Plenamente de acordo


Maestro Paulo de Tarso Azevedo Buchala

3 comentários:

Fernando Vasconcelos disse...

Também acho que sim mas para isso não basta a música existir é necessário que esta faça parte da nossa realidade quotidiana. Não nos esqueçamos que os mais facínora da história foram também grandes melómanos.

isa disse...

olá :)
convido-a a visitar o meu blog de bijuteria/artesanato:

www.atelierizzy.blogspot.com
obrigada

Fantasia Musical disse...

Pois é, não nos podemos esquecer disso, Fernando. É verdade...

Obrigada, Isa. Partirei à descoberta ;)