segunda-feira, Novembro 10, 2014

Procuro...

Procuro o silêncio da noite... É tarde...

Gosto de estar aqui parada, sem ouvir o barulho dos vizinhos, a agonia do trânsito, os gritos dos garotos (os berros dos mal-educados), a berraria das mães em resposta, as televisões num volume ensurdecedor, o elevador para cima e para baixo, o pi-pi-pi dos telemóveis...

Gosto de estar aqui... sozinha com os ruídos da minha cabeça. Sim... é que com tanto ruído a que estes são expostos, bem procuro o silêncio, mas parece-me que deixou de existir.

Procuro o doce silêncio que perdi. Alguém me ajuda?

terça-feira, Outubro 21, 2014

Inhambane: "Terra da boa gente"

Apesar de já não ser um filme muito recente, mostra bem as riquezas de Moçambique, país onde nasci. A partir dos 10'17'' podem ouvir um pouco acerca da província de Inhambane. Gostava de me lembrar de mais coisas...

Obrigada Luiz Beira por me enviares este link. Fantástico!

quinta-feira, Outubro 16, 2014

Desigualdade/Todos iguais

Uns Iguais Aos Outros (Titãs)

Os homens são todos iguais
(...)
Brancos, pretos e orientais
Todos são filhos de Deus
(...)
Kaiowas contra xavantes
Árabes, turcos e iraquianos
São iguais os seres humanos
São uns iguais aos outros, são uns iguais aos outros
Americanos contra latinos
Já nascem mortos os nordestinos
Os retirantes e os jagunços
O sertão é do tamanho do mundo
Dessa vida nada se leva
Nesse mundo se ajoelha e se reza
Não importa que língua se fala
Aquilo que une é o que separa
Não julgue pra não ser julgado
(...)
Tanto faz a cor que se herda
(...)
Todos os homens são iguais

São uns iguais aos outros, são uns iguais aos outros

domingo, Outubro 12, 2014

Desejo muita energia à direcção para organizar a 2ª edição

Hoje, um dia depois de finalizado o 1º Concurso/Festival Internacional de Coros da Beira Interior, e umas quantas horas depois de investir no meu trabalho de investigação ( :D ), venho dar os parabéns ao Luís Cipriano. Estive ontem no concerto de encerramento e pude observar o sucesso da sua persistência. Não terá sido fácil avançar com um projecto assim arrojado no Interior do nosso país...

Apenas posso lamentar a falta de visão dos coros portugueses que, podendo participar num concurso internacional aqui "ao virar da esquina", (sendo por isso um investimento pouco avultado), preferiram não o fazer. Uma pena! Por incrível que pareça, nenhum coro português participou no concurso e os que participaram no festival fizeram-no aceitando o convite directo da organização.

Sei que a partilha de experiências com outros coros (e ontem ouvi uns jovens suecos que me deixaram completamente sem fala) traz sempre um enriquecimento fantástico. E o coro masculino da Letónia? Giríssimo!

Resta-me esperar que, daqui a dois anos (2016), possa participar. Afinal, também eu sou persistente ;)