terça-feira, dezembro 09, 2014

A vida podia ser tão simples...

Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
A presença distante das estrelas!

(Mário Quintana)

Por mais caminhos tortuosos que me coloquem à frente, mais eu sentirei que é mesmo por aí que tenho que seguir. Chamem-lhe teimosia. Eu chamar-lhe-ei resiliência...

segunda-feira, novembro 10, 2014

Procuro...

Procuro o silêncio da noite... É tarde...

Gosto de estar aqui parada, sem ouvir o barulho dos vizinhos, a agonia do trânsito, os gritos dos garotos (os berros dos mal-educados), a berraria das mães em resposta, as televisões num volume ensurdecedor, o elevador para cima e para baixo, o pi-pi-pi dos telemóveis...

Gosto de estar aqui... sozinha com os ruídos da minha cabeça. Sim... é que com tanto ruído a que estes são expostos, bem procuro o silêncio, mas parece-me que deixou de existir.

Procuro o doce silêncio que perdi. Alguém me ajuda?

terça-feira, outubro 21, 2014

Inhambane: "Terra da boa gente"

Apesar de já não ser um filme muito recente, mostra bem as riquezas de Moçambique, país onde nasci. A partir dos 10'17'' podem ouvir um pouco acerca da província de Inhambane. Gostava de me lembrar de mais coisas...

Obrigada Luiz Beira por me enviares este link. Fantástico!

quinta-feira, outubro 16, 2014

Desigualdade/Todos iguais

Uns Iguais Aos Outros (Titãs)

Os homens são todos iguais
(...)
Brancos, pretos e orientais
Todos são filhos de Deus
(...)
Kaiowas contra xavantes
Árabes, turcos e iraquianos
São iguais os seres humanos
São uns iguais aos outros, são uns iguais aos outros
Americanos contra latinos
Já nascem mortos os nordestinos
Os retirantes e os jagunços
O sertão é do tamanho do mundo
Dessa vida nada se leva
Nesse mundo se ajoelha e se reza
Não importa que língua se fala
Aquilo que une é o que separa
Não julgue pra não ser julgado
(...)
Tanto faz a cor que se herda
(...)
Todos os homens são iguais

São uns iguais aos outros, são uns iguais aos outros