terça-feira, maio 13, 2008

As minhas obras-primas em composição (eheheh)

Ontem recebi uma comentário elogioso que me deixou (como calculam) muito feliz :)

Mr. Lynch, que descobri há uns dias na minha demanda por informações acerca de música contemporânea e cujo blogue recomendo vivamente, afirma (entre outras coisas) que ficou agradado por me saber violinista e compositora. Pois... :)

Violinista, ainda posso dizer que sou, mas amadora. Deixei este instrumento há uns bons anos, por força maior, e tornei-me professora. O sonho de ser violinista quebrou-se bastante cedo e, porventura, felizmente. Vejo hoje os meus colegas da época a viajar durante toda a semana de uma cidade para outra, saltando de uma escola para outra. Sinceramente, não os invejo! Provavelmente, quando olham para a minha vida, a impressão será mútua: professora de Educação Musical, numa escolinha do Interior?! LOL

Quanto a ser compositora, bem isso é que não! Estou a terminar mais uma licenciatura em Formação Musical e daí as composições que fui, eventualmente, fazendo. Com um prazer imenso, mas como puro trabalho académico. Somente! Claro que não tenho trabalhos editados e, por solicitação de Mr. Lynch, aqui deixo de novo no blogue os meus trabalhos para a disciplina de Estudos Teóricos e Analíticos, com a professora Luísa Tender.

Um trabalho em que o objectivo era produzir uma obra com tonalidade implícita...


Esta foi uma brincadeira à volta da música tradicional "Josezito"...


E finalmente, a minha masterpiece: um quarteto para a minha família (2 oboés, flauta transversal e violino) utilizando o Pitch Class Set...


QUE SAUDADES!

6 comentários:

Mr. Lynch disse...

AP;
Começo por agradecer o seu amável comentário e este post onde expõe os seus trabalhos.
Gostei bastante das suas composições. Achei bastante interessante a variação em torno da música "Josesito" e adorei o seu quarteto. Parabéns.
Você pode não ser uma violinista profissional mas tem uma vida relacionada com a música que, segundo parece, é a sua grande paixão. Felizmente também tenho a sorte de fazer o que adoro. Já dizia Confúcio: "escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida".

Fernando Vasconcelos disse...

"Not my cup of tea" tenho de admitir mas (e pode tomar isto como um elogio) gostei mais do que as composições do Christopher Bochmann emérito professor da superior de música e maestro da sinfónica juvenil ... :-)

AP disse...

Podem ser simples brincadeiras para músicos experimentados, mas para mim, sempre que as oiço, sinto uma felicidade imensa cá dentro... Nem imaginam... :)

Por isso me dou bem aqui pelo blogue: gosto imenso de "fantasiar" e imaginar-me pintora, música, compositora, escritora... Porque não? Enfim, uma sonhadora, é o que eu sou! :D

Képia disse...

possa!!! não te imagines musica, tu ÈS música, tu traspiras musica pelos poros todos e nota-se tanto isso aqui no teu blog!!! ;beijinhos recheados de colcheias e fusas e semifusas eheh

helena

AP disse...

E tu és uma querida :D

ProfZ disse...

Bom... Vi na escola hoje, mas lá não tenho som (ihihihih). Só ouvi agora. Parabéns, gostei muito das suas composições, especialmente o quarteto.