quinta-feira, outubro 04, 2007

Orquestra Sinfónica APROARTE


Como calculam, não tive a oportunidade de ouvir os concertos no CCB. De manhã íamos em viagem, no início da tarde estávamos a almoçar e durante o concerto em que tocámos, tivemos que estar nos camarins. Enfim, restou o concerto das 19H.
Duas orquestras compostas por alunos seleccionados: uma dos conservatórios oficiais e outra das escolas profissionais de música.

Globalmente, gostei do concerto. Depois de um dia atribuladíssimo, soube bem recostar-me e fruir alguns minutos de música. No entanto, a primeira orquestra não conseguiu cativar a minha atenção. Repito que estava cansada e, por isso, facilmente os olhos se fechavam. Tive que fazer um esforço para não adormecer.
Mas, o que é certo é que, quando a orquestra sinfónica da APROARTE começou a tocar, imediatamente me senti alerta. Um maestro activo e enérgico conseguiu tirar, da orquestra, sons fantásticos.
Mais uma vez penso o quanto seria bom que os conservatórios quer públicos, quer particulares, recebessem os apoios que as escolas profissionais recebem. Cada aluno poder ter mais do que 1 hora de aula de instrumento por semana, ter horas de estudo apoiado por professores, aulas de grupos de câmara, várias horas de orquestra, etc, etc...
Enfim, vamos à música...

7 comentários:

Professorinha disse...

Eu adoro concertos... Pena é que não tenho oportunidade de ver muitos... Com orquestras mesmo.. Vi na Madeira,quando lá estava, mas aqui no interior é difícil...

Beijos

AP disse...

Mas faz como eu: dá uns passeios por outras cidades mais activas culturalmente ;-)

Pessoalmente, sinto mesmo necessidade disso!

João disse...

Eu estive lá!
Gostei muito deste dia. O palco e magnífico e com uma boa acústica.
Fiquei surpreendido com milhares e milhares de músicos. Nunca pensei ainda por cima ao um fim-de-semana e ao Domingo.
Toquei pela manhã com a Orquestra da AMDF (Academia de Música e Dança do Fundão).
Pena foi não ter podido lá estar até ao fim para ver os restos dos concertos :(

AP disse...

Pois é, João. E parece que a escola do Fundão está de parabéns! À tarde, ouvi falar da vossa apresentação de forma muito positiva. Parece que o público ficou agradavelmente surpreendido. Não sabiam que se realizavam trabalhos tão bons no Interior e com crianças do 1º ciclo. Boa!

Joana disse...

eheh..é sempre bom ouvir criticas construtivas e positivas onde confirmam que gostaram do concerto da APROARTE, foi realmente um bom concerto..de inicio (eu) fiquei com duvidas relativamente a s o publico teria realmente gostado do que tocamos,dos sentimentos que transmitimos..mas plos vistos houve quem tenha gostado e certamente nao teria sido a unica xD(espero eu!)gostei mt de tocar e de ter a experiencia de conviver com os muitos musicos de outras escolas..quanto ao maestro, o Ernest Schelle..é sem duvida um grande maestro cheio de energia(principalmente para a idade que tem!)..como membro dessa orquestra devo dizer que todos os elementos da APROARTE estao gratos pelos comentarios..muito obrigada(parte dos nossos objectivos foram cumpridos! =) )Bjinhos Joana

AP disse...

Claro que é sempre bom quando reconhecem o nosso trabalho! Esforçamo-nos, mas depois faz falta um feedback e esse, por vezes, não ocorre. Neste caso, pouco se ouviu falar deste acontecimento à escala nacional. Ouviu-se antes, mas depois... Enfim, falamos nós ;)

Uptown disse...

Parabens à Aproarte e a todos os musicosq, com seriedade e honestidade, se apresentaram! realmente è pena ter havido pouca projecção, mas... nao fico muito surpreendida....
Continuem a trabalhar assim!