domingo, abril 06, 2008

Jovem acordeonista albicastrense

O aluno de Paulo Jorge Ferreira, Pedro Soares, ganhou o primeiro lugar na 5ª International Competition for Young Accordionists, na Sérvia. O jovem acordeonista tem ganho diversos prémios, sendo já considerado o melhor na sua categoria (até aos 11 anos). A Final desta competição foi em Março e teve também a participação de outro aluno do mesmo professor: José Valente (aluno da ESART) que ficou na 10ª posição.

O acordeão tem vindo a merecer destaque no nosso país, muito pelo trabalho deste (também ele) jovem professor. Não nos esqueçamos de outros seus alunos que já ganharam prémios variadíssimos nacional e internacionalmente, como Carisa Marcelino e Gonçalo Pescada.

4 comentários:

Képia disse...

hoje finalmente consegui vir por a escrita em dia aos meus blogs favoritos :P

acordeão é o meu primeiro instrumento, andei 8 anos a aprender, no senhor Garrido , lembras-te dele???

não consegui ficar a amar esse instrumento, talvez pelo tipo de reportário que me foi imposto,e pelo tipo de ensino tb. acho que isso fez toda a diferença para eu criar uma imagem menos favorável a respeito desse instrumento, não gosto de facto de acordeão :Z
ainda dizem que os professores e o tipo de ensino não fazem toda a diferença para o sucesso e pelo amor á disciplina....

substimam-nos tanto já viste!!!!

Képia disse...

hoje finalmente consegui vir por a escrita em dia aos meus blogs favoritos :P

acordeão é o meu primeiro instrumento, andei 8 anos a aprender, no senhor Garrido , lembras-te dele???

não consegui ficar a amar esse instrumento, talvez pelo tipo de reportário que me foi imposto,e pelo tipo de ensino tb. acho que isso fez toda a diferença para eu criar uma imagem menos favorável a respeito desse instrumento, não gosto de facto de acordeão :Z
ainda dizem que os professores e o tipo de ensino não fazem toda a diferença para o sucesso e pelo amor á disciplina....

substimam-nos tanto já viste!!!!

AP disse...

Não tens ido aos concertos do folefest? Ou nunca ouviste tocar a Carisa Marcelino? Ahh, malandra! Da próxima vez que houver um concerto assim, convido-te ;) Não tem nada a ver com o que aprendeste com esse senhor de que falaste. Não o conheci, mas já ouvi falar... Estamos a falar de acordeão de concerto e não de música brejeira...

Képia disse...

Olá AP:
acredito que ao vivo a coisa seja mais agradável , mas olha que nas horas que passo na fnac á procura de coisas para conhecer, tenho ouvido alguns cd's de fantásticos acordeonistas, de quem não falo de mérito, obviamente, mas sim do tipo de sonaridade. Não consigo gostar, talvez por me ter sido incutido como te disse, aquele espirito popular, não diria brejeiro, (esse na altura ainda nem se usava ;)para mim o termo brejeiro aplicado á musica tem a ver com mensagens obscenas alguma tendência para a malicia e isso é bem mais recente) .
Sobre essa miuda novissima Carisa Marcelino, e já grande instrumentista, recebi há tempos um mail com um video do youtube http://br.youtube.com/watch?v=zVxqfEs3FoY. que vi com toda a atenção e respeito pela sua qualidade, mas a culpa não é dela de facto, é mesmo do instrumento,ou minha :) que por alguma razão passou a ser daquelas coisas que na vida não aprecio como tantas outras ...

;) bjokas